A FREIRA, DA NEW LINE CINEMA, ESTREIA EM PRIMEIRO LUGAR NAS BILHETERIAS BRASILEIRAS

A Freira, o aterrorizante novo capítulo do universo Invocação do Mal, da New Line Cinema e de James Wan, arrecadou R$ 27,6 milhões nas bilheterias brasileiras em seu final de semana de estreia, incluindo impressionantes números na quarta-feira, 5/9, com sessões antecipadas por todo o país: 107 mil pessoas, somando R$1,6 milhão em apenas um dia.

Desafiando o público a encarar um encontro com a freira demoníaca Valak, o novo suspense sobrenatural levou 1,7 milhão de pessoas aos cinemas brasileiros, tornando A Freira a maior abertura de um filme de terror da história do Brasil. O longa também se tornou o filme com maior abertura em um mês de setembro no país, a maior abertura da Warner Bros. Pictures no Brasil em 2018, e a quarta maior abertura de todos os tempos da Warner Bros. Pictures em território nacional.

Sobre o filme

Quando uma jovem freira que vive enclausurada em um convento na Romênia comete suicídio, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes a fazer seus votos finais são enviados ao Vaticano para investigar o caso. Juntos, eles desvendam o segredo profano da ordem. Arriscando não só suas vidas, mas também sua fé e suas almas, eles confrontam a força malévola que assume a forma da mesma freira que aterrorizou o público em “Invocação do Mal 2”, à medida que o convento se torna um horripilante campo de batalha entre os vivos e os amaldiçoados.

A Freira é estrelado pelo indicado ao Oscar Demian Bichir (“Uma Vida Melhor”) no papel do padre Burke, Taissa Farmiga (da série de TV “American Horror Story”) como a Irmã Irene e Jonas Bloquet (“Elle”) como o habitante local Frenchie.

O elenco também inclui Charlotte Hope (da série de TV “Game of Thrones”) como a Irmã Victoria, que vive no convento; Ingrid Bisu (“Toni Erdmann”) como a irmã Oana; e Bonnie Aarons, reprisando seu papel em “Invocação do Mal 2” no papel-título.

Hardy dirige A Freira a partir de um roteiro escrito por Gary Dauberman (“It – A Coisa”), com história de James Wan & Gary Dauberman. Richard Brener, Walter Hamada, Dave Neustadter, Gary Dauberman, Michael Clear e Todd Williams são os produtores executivos.

Juntam-se a Hardy nos bastidores o diretor de fotografia Maxime Alexandre (“As Vozes”, “Annabelle 2: A Criação do Mal”), a designer de produção Jennifer Spence (“Annabelle 2: A Criação do Mal”, “Quando as Luzes se Apagam”, filmes “Sobrenatural”), os editores Michel Aller (“Quando as Luzes se Apagam”, “Atividade Paranormal: Dimensão Fantasma”) e Ken Blackwell (“Ouija: A Origem do Mal”, “Sexta-Feira 13”) e a figurinista Sharon Gilham (série de TV “Black Mirror”).

Música por Abel Korzeniowski (“Animais Noturnos”).