Escape60 | Matar o Lobisomem é mais do que uma questão de sobrevivência!

A convite do Escape60 e o nossos amigos do site AToupeira fomos conhecer a mais nova sala de escape do Morumbi: O Lobisomem de Varsóvia.

A sala é completamente ambientada na clássica cidade de Varsóvia, a capital e maior cidade da Polónia. A cidade fica localizada nas margens do rio Vístula, porém aqui o nosso lugar é outro.

“O Lobisomem de Varsóvia está assombrando a população. Vocês fazem parte de uma ordem de caçadores de criaturas sobrenaturais e estão no cemitério da cidade para dar um fim a essa terrível criatura. Em uma hora, a lua cheia atingirá seu ápice tornando a fera imbatível e ela os exterminará impiedosamente.”

Uma das salas mais enigmáticas do Escape 60, a sala do Lobisomem traz puzzles muito complexos que pode deixar até mesmo os escapers mais experientes confusos e perdidos. Claro, a história e ambientação são muito bem elaboradas, principalmente os objetos de cena que te imerse dentro de um verdadeiro cemitério. Mas, algumas dicas acabam se tornando confusas e aparentemente fora de ordem.

O número de dicas é um pouco incógnita, uma vez que fomos instruídos que as mesmas seriam entregues gradativamente ao longo do jogo. Muitas vezes, acabam se tornando desnecessárias ou até mesmo óbvias demais, estragando um pouco da surpresa. Além disto, alguns objetos, muito criativos por sinal, podem muitas vezes não fazer muito sentido no momento que os encontramos, dando a sensação que a elaboração do jogo não foi tão bem pensada.

De qualquer maneira, muitos outros detalhes podem fazer desta sala temática muito divertida. Para os amantes de jogos de terror ou da mitologia do lobisomem, a sala pode trazer grandes mistérios, mesmo que não esteja ligada estritamente a mitologia do monstro. Infelizmente, é necessário a verificação de alguns objetos, uma vez que tivemos uma situação super desconfortante com uma “arma” que no final não funcionava muito bem e um sensor final que era crucial para a finalização do jogo. Talvez a falta de manutenção naquele momento possa ter causado o evento que nos frustou um pouco no fim do jogo, mas vale a visualização quanto a organização do Escape para que a situação não ocorra novamente.