Crítica | Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas

Seria arriscado dizer que a melhor produção cinematográfica de super-heróis do ano relacionada à DC é uma animação, mas no caso de Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas não seria nenhum exagero. O longa que estreia hoje conta com direção de Aaron Horvath e Peter Rida Michail e é distribuído pela Warner Bros. Animation, e é um sopro de ar fresco nas produções sobre super-heróis.

Apesar de ter uma trama simples, voltada ao público infanto-juvenil, assim como a série animada da Cartoon Network, o filme arranca risadas de todas as idades e há mil e uma referências que só o público adulto conseguirá entender. O estilo mais caricato e despretensioso da animação se torna perfeito para um roteiro leve que brinca com os clássicos estereótipos de super-heróis, usando e abusando de piadas, brincadeiras e metalinguagem – das quais nem a Marvel está a salvo.

O filme tem como tema central o desejo da equipe dos Jovens Titãs e, sonho do Robin, de ter um filme produzido sobre eles. Desta forma o longa consegue fazer boas críticas às produções anteriores de super-heróis, inclusive à própria DC/Warner, mas tudo de uma forma leve e divertida, como todo o resto do filme. Podemos perceber a atenção aos mínimos detalhes ao fazerem referências a diversas obras. Prepare-se, pois o filme conta com vários e vários easter eggs.

Apesar de majoritariamente cômico, e até mesmo meio nonsense – principalmente nas divertidas cenas musicais, o filme traz boas reflexões, voltada sobretudo aos pequenos, sobre orgulho, vaidade e valor da amizade ao tratar da trajetória do Robin. Vale ressaltar ainda o caricato, e carismático, vilão Slade (Slaaaaaaaade!) e os momentos em que o estilo da animação se altera, homenageando diversos estilos clássicos e conhecidos do público mais velho. A tradução e dublagem também merecem parabéns, pois sem elas muitas piadas e trocadilhos não teriam a mesma graça.

Os Jovens Titãs em Ação! Nos Cinemas é uma celebração aos filmes de super heróis mas também uma crítica e renovação mais que bem vinda, uma grata e divertida surpresa. E ah, não percam a cena pós crédito!

Critica por Isabella Mendes


Confira também a entrevista com o elenco de dubladores brsdileiros clicando aqui.