Critica | Aquaman

Longos 13 meses se passaram sem algum filme da DC estreando nos cinemas ( o último foi Liga da Justiça). Demorou muito, mas a espera toda e a expectativa em torno do filme solo do Aquaman valeu a pena.

 

A incerteza era clara, após o fracasso de Liga da Justiça tanto com o público quanto com os críticos, Aquaman ficou pressionado, seria mais uma aposta da DC que, dependendo do resultado poderia mudar o destino do universo cinematográfico inteiro. A tarefa ficou nas mãos de James Wan, conhecido por fazer ótimos trabalhos dentro do gênero de Terror. A Warner, que muito interferiu em outros filmes (Liga da Justiça, Esquadrão Suicida) deixou Wan com liberdade criativa total, deu todo o suporte e o resultado impressionou.

 

 

Aquaman tem uma história simples, a união entre dois mundos diferentes e visões distintas no passado. Uma guerra a ponto de estourar entre a superfície e Atlântida no presente. Trama simples e bem feita e que valoriza todos os seus personagens ali em tela, com destaque maior para o Aquaman, obviamente e Mera. Além deles teve outras boas participações de Atlanna, Nereus, e dos vilões Arraia Negra e Orm.

 

Jason Momoa surpreende no papel de Aquaman com o seu carisma e seu jeito bruto de agir, transformando o Aquaman em bad-ass total. Amber Heard também está bem como Mera, uma mulher forte, independente e com seus pensamentos próprios, apesar de fazer o melhor para Atlântida. Patrick Wilson é o vilão principal do filme vivendo o meio irmão de Arthur, Orm. Patrick se destaca na atuação, com uma motivação plausível e coesa, um ótimo antagonista. O Arraia Negra tem certo destaque no filme, causando problemas ao longo do filme para Aquaman, também tem uma motivação forte. Os veteranos Dolph Lundgren, Temuera Morrison e Willem Dafoe mandam muito bem na atuação e na sua participação. A talentosa Nicole Kidman também fica muito a vontade no papel de Atlanna.

 

 

O maior destaque do filme é sua estética, com um mundo vivo, lindo e fantástico, com os efeitos gráficos numa qualidade exuberante. O Diretor James Wan merece todos méritos pelo filme, transformando em um épico, uma mistura de Senhor dos Anéis, Avatar e Indiana Jones, como foi falado anteriormente. A trilha sonora é muito boa e a direção de arte é brilhante. Aquaman é um filme divertido, coeso, fantástico e acima de tudo lindo, bem explorado e que merece ser olhado e aplaudido.

 

Aquaman estreia nesta quinta-feira no Brasil. Confira o trailer abaixo.